.comment-link {margin-left:.6em;}

quinta-feira, novembro 24, 2005

 

Novo Cinema Português

O NOVO CINEMA PORTUGUÊS

Muito se tem comentado nos últimos tempos que o cinema português está a mudar e a evoluir , mas será que isto é verdade???

Esta discussão teve inicio devido a ao lançamento de dois filmes, “ O Crime do Padre Amaro” e o “ Alice” .
No primeiro caso um filme altamente publicitado, comentado e que tem ao seu serviço uma máquina de marketing altamente poderosa nos nossos dias, a televisão. “O Crime do Padre Amaro” uma história conhecida de todos que é transporta do século XIX para o nosso tempo ( expressão enigmática aplicada muitas vezes a obras cinematográficas, apesar de se considerarmos um filme como obra de arte estas são intemporais ) . Este filme apresenta-se como uma grande obra a nível orçamental e de pós-produção, e podemos dizer que tecnicamente é um filme evoluído e com uma realização e montagem muito diferentes do “ habitual” cinema português, apesar destas boas características e por muito que a maioria do público goste deste filme ele apresenta enumeras falhas para que possa ser considerado um bom filme. A principal falha é o ritmo e a construção da narrativa, na qual as personagens se apresentam de modo desorganizado e muitas delas em nada contribuem para o desenvolver da história. Outro grande problema de “ O Crime do Padre Amaro” é a existência de cenas que em nada contribuem para a acção, e a não inclusão de outras que ajudariam à melhor compreensão da história e ao ritmo de acção. O teor dramático do filme é também afectado pela existência quase nula de uma má banda sonora, que surge como algo acessório e não como algo fundamental e de alta interacção com o desenrolar dramático.


Outro filme altamente falado é “Alice” que apesar de não possuir uma máquina publicitária atraiu muito público aos cinemas.
“ Alice” é uma história sobre um pai em busca da sua filha desaparecida, e as relações deste com várias pessoas que o podem ajudar. Este filme apresenta-se com uma realização altamente simplista, mas que é perfeita para dar o ênfase necessário à história e a permitir um fácil desenrolar da acção. Mas a grande vantagem deste filme são os simples diálogos mas sobretudo o modo como os silêncios são geridos assumindo uma importância tão grande como os próprios diálogos.
Recomendo este filme a todos e por essa razão não vou comentar mais nada sobre este filme que na minha opinião devia ser o candidato proposto pela APC ( associação portuguesa de cinema ) aos óscares, em vez dos filmes pseudo- intelectuais habituais.



A grande diferença entre “ O Crime do Padre Amaro” e o “Alice” é que no primeiro caso gastou-se dinheiro e no segundo gastou-se tempo!


Fiquem Bem!!!!

quinta-feira, outubro 06, 2005

 

GATTACA


Decidi começar com o " Gattaca " por uma razão pessoal, foi talvez o filme que mais me influenciou nos últimos tempos, e que em parte alterou toda a minha concepção de futuro, quer para mim quer para a sociedade.


" Gattaca " leva-nos a uma sociedade de futuro perfeita à primeira vista onde tudo é decido tendo como base o fundo genético dos indivíduos.
Quem viu sabe como a história se desenrola e como pode ser surpreendente, e esta situação aliada a uma escrita divinal e um " timing " perfeito torna-o um filme especial dentro do seu género.

Apesar de passar despercebido no circuito europeu de cinema, foi aplidado pela critica americana de " épico" , e eu pessoalmente acho q devemos concordar com esta visão, pois um épico não é um filme de grande orçamento, grande a nível temporal ou em que o tema seja cavalaresco ou histórico. Um filme épico é aquele que nos permite alcançar outra realidade quer seja ela histórica ou ficcional. " Gattaca " é um épico por essa razão, a sua escrita e modo narrativo permite-nos acreditar e viver aquela realidade de forma intensa.

O excelente casting dá uma profundidade muito própria a " Gattaca ", sobretudo Jude Law , que apesar de perfeito a nível genetico revela todas as imperfeições humanas, e porquê isto acontece???
O que interessa ser perfeito de corpo se não se é de alma, quando a vida nos desilude, como acontece com Gerome, o que nos permite renascer são os nossos sonhos mais profundos, é isto que acontece com Vincent, a sua força de vontade conduz à realização do seu sonho apesar de todos os entraves que a sociedade e a ciência ( que em " Gattaca" aparece como sendo a prisão do homem e não a libertação dos limites humanos) lhe imporem .

Outro dos muitos pontos positivos de " Gattaca " é a sua excelente banda sonora de Michael Nyman, que se apresenta da forma certa no momento exacto.

Assim termino a minha primeira participação, apesar de muito haver ainda a dizer sobre o fantástico filme " Gattaca ".

terça-feira, setembro 06, 2005

 

BEM VINDOS

Este será um blog para quem gosta de cinema, e de falar sobre cinema!

Tentarei que esteja o mais actualizado possivel!


Deixem mensagens a vontade!!!!!


Obrigado

Fiquem Bem!

This page is powered by Blogger. Isn't yours?